Home arrow Not√≠cias arrow Sec. de Educa√ß√£o busca autoriza√ß√£o da Funai para a constru√ß√£o de escolas ind√≠genas em SC
Home
A Secretaria
Secret√°rio
Orçamento da União
Di√°rio Oficial da Uni√£o
Notícias
Serviços
Licitação
Links Importantes
Download
Fotos

 

Sec. de Educação busca autorização da Funai para a construção de escolas indígenas em SC
‚ÄčfunaiBrasília (21/06/2018) - ‚Äč
A construção de cinco escolas indígenas em áreas que estão sob litígio foi assunto de reunião entre gestores da Secretaria de Estado da Educação e a Fundação Nacional do Índio (Funai), nessa quarta-feira, dia 20, em Brasília. A secretária de Educação, Simone Schramm, solicitou ao coordenador-geral de assuntos fundiários, Rutenes Lopes Fernandes, a regularização das terras indígenas no Estado, o que garante o início do processo licitatório das obras.

A Funai se mostrou receptiva ao pleito e irá agendar reunião em Joinville no fim de julho para discutir o caso. A gerente de projetos da Secretaria de Articulação Nacional, Gilliane Zanchett, também esteve presente e acompanhou a discussão. Atualmente, em Santa Catarina, existem 33 escolas indígenas à espera de regularização fundiária. Cinco unidades ainda não saíram do papel devido a questões burocráticas.


"O investimento de cerca de R$ 3 milhões para a construção de cinco escolas indígenas está aprovado, mas dependemos da liberação das terras para dar andamento aos projetos e melhor atender estes alunos", explicou a secretária.

doisfunaiProjeto 

Cada escola indígena segue o padrão estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Fundo Nacional de Educação (FNDE). São unidades com duas salas de aula, refeitório, cozinha e banheiro. O investimento é de cerca de R$ 600 mil por unidade. A proposta é instalar novas escolas em Canelinha, Araquari e São Francisco do Sul (confira o quadro).

Cerca de 150 alunos indígenas serão beneficiados com as novas escolas. É importante ressaltar que o Estado garante hoje a educação destas crianças e adolescentes nas próprias comunidades e obedece as recomendações da Constituição Federal. Não há nenhum aluno fora da sala de aula. "Com a construção destas novas escolas, estes alunos terão um local adequado as suas necessidades", defende a secretária Simone Schramm.

Onde serão construídas as escolas indígenas:

Escola Nhemboea Vya - 22 alunos
Município - Major Gercino
Aldeia -Terra Indígena Tekoa Vya (Guarani)

Escola Cacique Wera Puku - 46 alunos
Município - Araquari
Aldeia - Piraí (Guarani)

Escola Kirikue Nhemboea - 47 alunos
Município - Araquari
Aldeia - Pindoty (Guarani)

Escola Laranjeiras - 29 alunos
Município - São Francisco do Sul
Aldeia - Morro Alto (Guarani)

Escola Amba Y Ju - 10 alunos
Município - São Francisco do Sul
Aldeia - Yvy Ju (Guarani)

Rosane Felthaus – Comunicação Secretária de Educação

Imagens: Giliane Zanchett
 
< Anterior   Pr√≥ximo >
 
 

SHIS QL 12 Conjunto 5 casa 8 - Setor de Habitações Individuais Sul - Lago Sul - Brasília/DF - CEP: 71630-255
Fone: (61) 3101-0900  - E-mail: Este endere√ßo de e-mail est√° sendo protegido de spam, voc√™ precisa de Javascript habilitado para v√™-lo
Horário de atendimento: dias úteis das 08h às 19h
 

Desenvolvimento - CIASC | Gestão do Conteúdo -SAN | Tecnologia - Open Source