Home arrow Notícias arrow Na sede do INSS, Eduardo Pinho Moreira busca compensação previdenciária de R$ 100 milhões
Home
A Secretaria
Secretário
Orçamento da União
Diário Oficial da União
Notícias
Serviços
Licitação
Links Importantes
Download
Fotos

 

Na sede do INSS, Eduardo Pinho Moreira busca compensação previdenciária de R$ 100 milhões
​​
​​
​insBrasília (05/04/2018) -
​ â€‹
Já está nas mãos do presidente do INSS, Francisco Paulo Soares Lopes, um pedido formal do Governo de Santa Catarina relativo à compensações previdenciárias. O documento foi entregue pessoalmente pelo governador Eduardo Pinho Moreira em Brasília, nesta quinta-feira, 5. A partir desta ação, a intenção do governador é assegurar a entrada de novos recursos nos cofres do Estado, num valor atualmente estimado em R$ 100 milhões.
​


De acordo com Moreira, é preciso regularizar e equacionar a compensação previdenciária entre os regimes (Iprev e INSS), visando à manutenção do equilíbrio financeiro dentro dos princípios constitucionais. “Santa Catarina tem direito a esta reposição e, por isso, nos deslocamos até Brasília e pedimos a atenção do INSS para esta nossa demanda. São recursos expressivos, de R$ 100 milhões somente este ano, que ajudarão a previdência catarinense”, frisa.

inssO

​ ​
que é "compensação previdenciária"?

A compensação previdenciária refere-se a aposentadorias e pensões pagas pelo Estado a servidores e pensionistas que contribuíram em parte do seu tempo de serviço ao INSS e não à previdência estadual, mas que o Estado arca com o pagamento integral. O Iprev fez um minucioso estudo sobre o tema e a expectativa é que o INSS repasse estes recursos aos cofres do Estado.

De acordo com o Lopes, tendo em vista o excesso de processos na sede do INSS, grandes mutirões nas superintendências regionais serão realizados para dar vazão às demandas. “Estamos fazendo um grupo de trabalho para ajudar os Estados a fazerem os procedimentos da compensação previdenciária de uma forma mais rápida. Por ser um Estado importante para a Federação, daremos prioridade para que isso ocorra o mais rápido possível em Santa Catarina”, garante.

INSS
​ ​
não analisa compensação desde 2014

As análises dos requerimentos de compensação previdenciária de Santa Catarina não são realizadas pelo INSS desde 2014. O instituto alega falta de pessoal, sendo que sem a proporcionalidade de produção entre os dois regimes a captação de recursos fica impedida.

Também estiveram presentes à reunião a secretária de Articulação Nacional, Lourdes Coradi Martini, o presidente e o diretor da previdência do Iprev, Roberto Faustino e Francisco de Camargo Filho, respectivamente.

Douglas Saviato (SC 2662 JP)

Jornalista - Secretaria de Articulação Nacional

 

Imagens: Jeferson Baldo

 
< Anterior   Próximo >
 
 

SHIS QL 12 Conjunto 5 casa 8 - Setor de Habitações Individuais Sul - Lago Sul - Brasília/DF - CEP: 71630-255
Fone: (61) 3101-0900  - E-mail: Este endereço de e-mail está sendo protegido de spam, você precisa de Javascript habilitado para vê-lo
Horário de atendimento: dias úteis das 08h às 19h
 

Desenvolvimento - CIASC | Gestão do Conteúdo -SAN | Tecnologia - Open Source